quarta-feira, 31 de março de 2010

Não pode!

Santa Clara

Cassius Varela

ÊXODO

Há momentos que gostaria de ser uma multidão
Migrando para dentro de você.

Extrair meu desejo
Renascer
Êxodo

Yasmine Lemos

EU JURO!

ESCOLA MUNICIPAL DE BALLET PROF. ROOSEVELT PIMENTA PARTICIPA DE FESTIVAL DE DANÇA EM FORTALEZA

A Escola Municipal de Ballet Roosevelt Pimenta, da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), está representando a cidade do Natal na 4ª edição do “Passo de Arte Norte e Nordeste”, um festival de dança que prima por descobrir e proporcionar oportunidades de profissionalização a jovens talentos, novos coreógrafos e professores. A Escola Municipal de Ballet será representada pela diretora do Núcleo de Dança, Anízia Marques, que acompanhará os bailarinos Kahena de Quevedo, Jéssica Alanna, Israel Kaíque, Fábio Moura, Jade Lopes, Larissa Sadovski, Mariana Costa da Silva e Leandro de Almeida. Eles se apresentarão nas categorias dança livre e repertório clássico. O evento está acontecendo em Fortaleza-CE, de hoje, 31, até o dia 4 de abril.

Os participantes vencedores serão agraciados com prêmios em dinheiro, troféus, indicação para a seletiva Brasil 2010 do Youth America Grand Prix, vagas para a 18º edição do Passo de Arte - competição internacional que ocorre de 9 a 18 de julho na cidade de Indaiatuba/São Paulo.

Mega-Sena acumulada pode pagar prêmio de R$ 30 milhões

Acumulada há cinco concursos, a Mega-Sena pode pagar nesta quarta-feira, 31, o prêmio de R$ 30 milhões para quem acertar as seis dezenas. As apostas podem ser feitas até as 19h em todas as lotéricas do país.

Se aplicado na poupança, o prêmio pode render cerca de R$ 150 mil por mês.

Casa do Bem faz gol de placa com Futebol do Bem

Divulgação

Flávio Rezende

A Casa do Bem realizou no último domingo, mais uma edição do seu projeto esportivo Futebol do Bem, com os jovens do grupo Capoeira do Bem da Vila de Ponta Negra, almoçando antes do jogo numa cortesia da Experimento Intercâmbio Cultural e da Sociedade Heitor Carrilho, entrando de graça no Frasqueirão e no campo da peleja esportiva com o América, numa gentileza da diretoria do ABC Futebol Clube, além da possibilidade da companhia dos pais e responsáveis, num clima tão gostoso que até hoje é só o que falam em suas conversas pessoais.

O projeto Futebol do Bem leva jovens para jogos do ABC e do América, dando direito ao lanche, transporte, entrada no estádio, no campo e autorização para pegar autógrafo dos jogadores.

Várias edições já foram realizadas, criando no coração dos jovens e dos seus pais, uma alegria imensurável. Nosso objetivo é oferecer a estes jovens carentes um excelente lazer, mostrando que o esporte se faz com amor, com carinho, nunca com violência e uso de bebidas alcoolicas.

Criamos também dentro deles o sentimento da gratidão e estimulamos a prática esportiva de maneira sadia e legal.

O projeto Futebol do Bem vai continuar nos jogos do ABC na série C e do América na série B. Já temos alguns apoios, que vamos revelar depois.

Prazo

Mipibuenses perdem período de recadastramento
De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), divulgados nesta terça feira, 30, mais de seis mil eleitores de São José do Mipibu deixaram de fazer a revisão do Título Eleitoral. Os números apontam para uma porcentagem de mais de 20% do total de inscritos no município. O período de recadastramento foi estendido durante todo o mês de março.

Brasília

CAS aprova isenção de imposto para aposentados com diabete


Os aposentados diabéticos poderão ter isenção no Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). O projeto, aprovado nesta quarta-feira (31) pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado, é do senador Roberto Cavalcanti (PRB-PB) e modifica a lei 7713/88, que já determina a isenção de imposto para os aposentados portadores de diversas doenças, como tuberculose, paralisia irreversível, hanseníase e cegueira. A proposta inclui a isenção sobre os proventos dos aposentados portadores de diabetes melito. O projeto ainda será votado pela a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado em decisão terminativa e, depois, segue para a Câmara dos Deputados.

Brasília

Prefeitura do Assu oficializa solicitação de apoio no Ministério da Integração, diante da possibilidade de seca

Está sendo realizado um levantamento para identificar as condições de suprimento de água nas comunidades rurais

Carlos Britto

O prefeito do Assu, Ivan Júnior, protocolou - na instância da Secretaria Nacional de Defesa Civil -, órgão, vinculado ao Ministério da Integração Nacional (MIN) solicitação de apoio institucional para eventualidade de seca. Com esta atitude a administração antecipa providência caso se verifique necessidade de ações emergenciais de convivência com a estiagem.

A documentação foi entregue pelo prefeito Ivan Júnior na semana passada. O gestor encontrava-se em Brasília participando da 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil.

A possibilidade de uma temporada de estiagem poderá afetar direta e indiretamente aproximadamente quatro mil pessoas no município. Para garantir a ação do poder público no atendimento à demanda pela escassez de água - caso a seca se configure -, será indispensável que a prefeitura conte com apoio de outras instâncias governamentais: Estado e União, para que, no instante oportuno, haja a mobilização de carros-pipa para garantir o abastecimento hídrico na Zona Rural.

Dados
Está sendo realizado um levantamento para identificar as condições de suprimento de água nas comunidades rurais que historicamente são mais castigadas por estiagens. “Esses dados são essenciais para a elaboração do planejamento que norteará as ações de emergência”, explicou o prefeito Ivan Júnior . “Igualmente serão colhidos indicadores relativos à situação atual de armazenamento dos reservatórios de água do município. Todo esse trabalho tem a finalidade de garantir presença imediata do poder público no atendimento ao homem do campo”, encerrou o prefeito.

Festa

Extremoz comemora 47 anos de Emancipação Política no domingo de Páscoa

Em 4 de abril de 1963, pela Lei 2.876/1963, a Vila de Ceará Mirim, assim como era denominado o povoado de Extremoz, desmembrou-se de Ceará Mirim

O município de Extremoz comemora 47 anos de emancipação no domingo de Páscoa, 4 de abril. A data será lembrada com uma missa na igreja matriz da cidade, paróquia São Miguel Arcanjo às 18h. Após a missa será encenada a Paixão de Cristo por atores da cidade.

O prefeito Klauss Rêgo disse que comemorar esta data é proporcionar um resgate histórico do município. “A emancipação de Extremoz representa relembrar uma grande conquista, uma luta desse povo”, comemorou.

Klauss frisou a importância da reforma e ampliação do Palácio Daniel Pinheiro, sede da prefeitura. “Instalamos lá o Diário oficial do Município, a Controladoria, o Protocolo, a Licitação, a Secretaria de Articulação política e passaram a funcionara adequadamente o gabinete do prefeito, a chefia de gabinete, a Secretaria de Administração e Finanças e a Secretaria de tributação”, informou o prefeito. A sede da prefeitura foi inaugurado em 1987, construído pelo ex-prefeito João Soares de Souza (1984-1988).

História
Extremoz, que faz parte da região metropolitana de Natal, foi a primeira Vila da Capitania do Rio Grande do Norte a partir de 1758. Em agosto de 1885, por causa de uma Lei Provincial, passou a fazer parte do município de Ceará Mirim, retomando sua emancipação em 4 de abril de 1963, tornando-se município do Rio Grande do Norte. O município tem uma população 23 mil pessoas e é considerado um gerador de turismo, principalmente por causa da praia de Genipabu, conhecida mundialmente por causa de sua beleza, dunas e equipamentos turísticos.

Emancipação
Em 4 de abril de 1963, pela Lei 2.876/1963, a Vila de Ceará Mirim, assim como era denominado o povoado de Extremoz, desmembrou-se de Ceará Mirim e conquistou sua emancipação política, após 211 anos de fundação. De acordo com dados históricos do Idema, Extremoz viveu por 105 anos na condição de povoado.

O ex-prefeito e hoje tabelião João Soares de Souza, que vivenciou o momento da emancipação, quando seu pai, Sebastião Soares de Souza, era vice-prefeito, disse que a conquista foi resultado de um histórico de lutas. “Eu tinha 19 anos e lembro que quando eles ganharam. O prefeito e papai, andaram a pé por todo o município para agradecer a eleição, após a emancipação, pois naquele tempo não se tinha a estrutura que se tem hoje. Não havia transporte, nenhum carro”, recordou. “Lembro também que eles ficaram sem ter onde administrar por cerca de uns seis meses. Depois, passaram a ocupar o prédio que hoje é Câmara Municipal de Extremoz”, completou.

Daniel Pinheiro
O prefeito da emancipação, Daniel Pinheiro, governou entre os anos de 1963 a 1968. Natural de Estivas, distrito de Extremoz era vereador de Ceará Mirim, onde foi eleito por duas vezes entre os anos de 1958 a 1962.

De acordo com ‘Chiquinho do peixe’, seu filho, Daniel foi reeleito para o cargo de vereador em 1962 com apenas uma urna de Estivas, localidade em que nasceu e ficou até os últimos dias de vida. Morreu em 13 de dezembro de 2002. Em 1963, a pedido da população, lançou sua candidatura e foi eleito ao primeiro prefeito que Extremoz teria com a conquista da emancipação.

Seu filho também destacou as obras de sua gestão: as escolas de Grutas, Contenda e Capim, a lavanderia popular de Contenda, a estrada do cemitério de Estivas, a estrada de Pitanguí e o muro do cemitério de grutas. “A maior obra do meu pai foi a estrada de Pitanguí, pois o acesso para Natal era apenas de barco”, lembrou Francisco Pinheiro, o “Chiquinho do Peixe”.


Cronologia
252 anos de fundação (fundada em 1758 pelo desembargador Bernardo Coelho Gama Casco com o nome de Vila Nova).
105 anos na condição de povoado (povoação de Boca da Mata -1855 e Vila de Ceará Mirim - 1858).
47 anos na condição de município (Emancipação política em 1963 administrado pelo ex-prefeito Daniel Pinheiro).


Com Gilmara Costa
Fotos: Arquivo da família 

Ponte de Igapó

CEM ANOS DA MELHOR ENGENHARIA NO NOSSO POTENGY RIVER

Manoel Fernandes de Negreiros Neto
Engenheiro Civil
E-mail: mnegreiros@natal.digi.com.br

Potengy river, era assim que o engenheiro projetista da ponte em treliça metálica ferroviária chamava o nosso velho rio Potengi em 1912, quando os trabalhos começaram. A ponte metálica em 1900 era o símbolo maior da Revolução Industrial em todo o mundo. A engenharia e a construtora eram da Inglaterra, o projetista era frances, e a ponte que passou a ser nossa depois de alguns anos está lá até hoje.

Georges Camille Imbault (1877-1951), nascido na cidade de Châteaunef-sur-Loire, na beira do rio Loire a sul de Paris foi o projetista responsável por essa ponte. Estava a serviço da “Cleveland Bridge Engineering and Co”, fundada em 1877, que foi a construtora escolhida pela proprietária da linha, a “Great Western of Brazil Railway Company Limited”, que até hoje é baseada em Da rlington, condado de Durham, a 277 km ao norte de Londres. Em seu currículo de pontes metálicas já havia a Victoria Falls Bridge em 1905 no Zimbabue, África e na Newport Transporter Bridge 1906, onde atuou como engenheiro residente. Como engenheiro responsável tinha a Atbara Railroad Bridge em 1911, com 336 metros no Sudão, a Blue Nile Bridge, com 560 metros no Sudão em 1909. Tudo isso antes de ser o responsável pela nossa. E é que ainda brilhou muito pela frente, principalmente como engenheiro consultor na “Sidney Harbour Bridge” com um único vão de 503 metros! Quem passa pelo térreo do Shopping Midway Mall próximo a loja da Miami Imports e as escadas vê um grande pôster dessa ponte em Sidney.

Alguns relatores se referiram à ponte metálica do nosso Potengi como pré-fabricada vinda do atual Reino Unido (UK). Mas quem vai lá observar os detalhes de engenharia facilmente se impressiona, eu particularmente, me emociono todas as vezes que vou lá. A riqueza de detalhes de encaixes das várias formas d e perfis, os rebites de 3/4”ou 7/8” que tinham de ser colocados a quente e depois batidos. As inúmeras cantoneiras de reforço. Os tirantes e os braços de compressão. Os arcos dos topos da treliça, que são volumétricos e formados por quatro chapas rebitadas. Os apoios articulados e fixos numa extremidade, articulados e móveis na outra extremidade do vão, formando uma estrutura perfeitamente isostática e pronta para as cargas dinâmicas dos trens carregados em velocidade e para a dilatação no sol de Natal, pois os apoios móveis são sobre dois roletes de aço para cada viga em todos os vão. E todo o conjunto vem da simplicidade do Método dos Nós ou Método de Cremona ou, ainda, do Método de Ritter ou Método das Seções.

Todos nós sabemos que a nossa velha ponte têm nove vãos de 50 metros e um, não tão central como falam de 70 metros, que fica mais à margem esquerda do rio.

Obtive nos arquivos vários decretos e contratos referentes. Mas esse me chamou a atenção, era o decreto No 10.917 de 27 de maio de 191 4 que autorizava a substituição de um dos vãos centrais por outro de 70 metros e assim alterava o Decreto N o 8.372 de 11 de novembro do projeto aprovado em 1910, sem alteração do orçamento! Olha que beleza conseguiram os fiscais da época! Mas ficou na minha cabeça o porquê dessa substituição. Foi quando em pesquisas pelo DER/RN, com a gentileza do Sr. Canindé obtive a batimetria e perfil completo da seção onde seria realizada a segunda ponte finalizada em 1970 e percebi que exatamente no trecho do vão de 7 0 metros o rio se aprofunda bastante o que tornaria quase inexeqüível uma execução de fundação bem nesse canal profundo. Assim optou-se por aumentar o vão e apoiar as fundações, agora desvendadas, nos bancos anteriores a esse canal.

Não houve como me desvencilhar dessa história de engenharia civil. Em 1996, quando, após conseguir um contrato de construção de alguns galpões para o grupo Guararapes em Extremoz, passei a trafegar diariamente ao lado dessa maravilha tecnológica ali, nas minhas barbas e beirando os cem anos. Intacta por si só, apenas mexida por alguns não amantes de uma velha e boa engenharia.

Os blocos de apoios das vigas, os chamados “concrete abutments”, provavelmente executados pelo sistema de “pneumatic caissons” estão perfeitos até hoje! Essas informações de caixões ou campânulas pneumáticos me foram passadas pelo geólogo Edgard Dantas que em conversa com “mestre Gaag”, um austríaco que se radicou por aqui e participou da construção da estátua do Cristo Redentor no Rio, foi informado dessa tecnologia utilizada na nossa ponte.

Depois de mais de quinhentas fotos de detalhes de todos os tipos, mas não todos, ainda, veio à pergunta: e as fundações?

Em mesa redonda concordamos que eram de estacas batidas por bate-estacas a vapor ou na mão mesmo. Só faltava descobrir se eram de concreto armado, metálicas - o mais provável - ou de madeiras. Então na quinta-feira dia 11 de março de 2010, partimos eu e o engenheiro Fabio Pereira do Iate Clube, no barco da Mar & Sub, numa cortesia do comandante Afonso Mello, em direção as velhas e enigmáticas fundações. A maré era a alta e deveria estar no seu pico, sem correnteza. E assim estava. Passei todas as instruções de cuidados e segurança para o mergulhador Marcos, enquanto outro marinheiro me passava os dados da ecosonda informando as profundidades à medida que navegávamos em frente aos blocos. O Marcos mergulhou empunhando uma Canon subaquática no bloco de número seis a contar da margem direita do rio. A visibilidade era muito ruim. E qual não foi a grande surpresa nas primeiras informações do Marcos: não havia estaca nenhuma a vista. O bloco descia alargando-se numa forma escalonada até chegar ao leito do rio. Somente com o próximo ensaio de “Pile Integrity Test – PIT” é saberemos se há e quais estacas após a base desse bloco.

Essas informações vieram corroborar com as minhas intenções de escrever um livro – hoje conto com uma quantidade grande de artigos e livros técnicos velhos, ingleses e franceses da época - sobre tão empolgante história de construção numa época em que só havia os barcos a vapor, o “steam engine” aperfeiçoado por James Watt (1736 - 1819). Os filmes eram quase todos mudos e de Charles Chaplin. Dentre os automóveis dominantes existia o Ford modelo T. Natal em 1913 acabara de receber os serviços de energia e luz elétrica nas ruas. O jornal principal da época o “A República” informou a data da chegada do vapor “Artist” trazendo o maquinário da “Cleveland Bridge” sendo recebidos pelos engenheiros Stephen e Beit e que as obras ficariam a cargo do engenheiro residente F. Collier. Que “maquinário” era esse?

Mantive um contato e obtive a informação por intermédio do neto, Antonio Modrach Lira, que o alemão Alfred Modrach que era engenheiro de ferrovias e trabalhava no Piauí também foi chamado para trabalhar para a “Great Western” ou “Cleveland Bridge” e atuou na ponte. O filho de Alfred, Ulisses Modrach, um garoto de quase cem anos que mora no Rio de Janeiro e seus parentes prometeram enriquecer essa história.

O objetivo dessa história é conhecer e recalcular todos os elementos construtivos utilizando a tecnologia da época, a de hoje só valerá para confirmações. Identificar todas as técnicas utilizadas e correlacionar essas técnicas com a durabilidade de obras hoje. A pergunta que não quer calar é porque essas obras duraram tanto sem nenhuma manutenção, muito pelo contrário, tentaram desmanchar – foi vendida para um ferro velho – e não conseguiram. Será que existem alguns carros rodando hoje com a lataria proveniente das belas peças de nossa ponte?

Será que a tecnologia da fornecedora do aço da nossa Potengy river, a “Dorman Long” em Middlesbrough próximo a Darlington idem, a mesma que forneceu o aço para a hoje, ainda majestosa “Sidney Harbour Bridge” na Austrália, existe? Porque nossos aços CA 50 e CA 60 são tão suscetíveis à corrosão quando inseridos no concreto, não resistem à mínima presença dos cloretos? Que cimento foi aquele usado? Era apenas o início da fabricação industrial do cimento. Será que veio da Inglaterra mesmo, ou veio da França, mais precisamente do grande fabricante Luis Vicat, o da “agulha de Vicat” que determina o início da “pega” do cimento? Qual a relação água/cimento utilizada? O concreto foi virado na mão, ou nas amigas “betonieres” a vapor?

Racista

terça-feira, 30 de março de 2010

Remédios de antigamente




Teatro

Marchinha na Terra do Sol. Premiado musical “Sassaricando” estreia no TAM


Divulgação

Dias 9 e 10 de abril, a partir das 21h, no Teatro Alberto Maranhão, Natal vai ser contagiada pelo ritmo dançante do premiado musical “Sassaricando – E o Rio inventou a marchinha”, uma crônica da vida e dos costumes do Rio de Janeiro, contada e cantada através de canções assinadas por nomes como Noel Rosa, Lamartine Babo, Haroldo Lobo e João de Barro, o Braguinha.

Sucesso de público e crítica, o espetáculo já foi visto por aproximadamente 200 mil espectadores em mais de 230 apresentações. E chega pela primeira vez em Natal, trazendo no elenco, veteranos e novatos em musicais como Eduardo Dussek, Inez Viana, Pedro Paulo Malta, Alfredo Del Penho, Juliana Diniz e Beatriz Faria, acompanhados ao vivo por músicos regidos pelo maestro Luis Filipe de Lima. No palco, um suntuoso baile de carnaval art-déco, ambientado nos anos 40 e 50, onde os seis atores se revezam em diversos personagens, de acordo com as situações descritas nas músicas, levando o público a passear pelas marchinhas tão conhecidas da maioria dos brasileiros.

Natal

Lei cria Conselho Municipal da Juventude


O Diário Oficial do Município publicou na edição de hoje, a sanção da Lei Nº 6.075 de autoria do vereador Ney Lopes Jr., que institui o Conselho Municipal da Juventude em Natal. O Conselho tem por objetivo atuar na defesa dos direitos dos jovens, e encaminhar as reivindicações e sugestões da juventude aos órgãos públicos, empresas privadas, entidades civis e, em particular, ao Poder Público Municipal.

O órgão de assessoria, planejamento e consultoria do município será vinculado a Prefeitura e promoverá à integração e a participação da juventude no processo social, econômico, político e cultural da cidade. O instrumento trabalhará também na promoção de campanhas de conscientização, programas educativos junto às instituições de ensino e pesquisa, empresas, veículos de comunicação e outras entidades ligadas à temática dos jovens.

São João

Extremoz, Ceará - Mirim e Natal planejam Trem Potiguar do Forró para o São João


Canindé Santos

Os secretários de Turismo Fernando Bezerril, de Extremoz, Fernando Lessa, de Ceará - Mirim e Soares Júnior, de Natal, estiveram reunidos nesta segunda-feira, 29, para planejar o lançamento do “Trem Potiguar do Forró”. O projeto visa unir as três cidades durante o período junino e fortalecer o calendário das festas.

Além de muito forró nos vagões, o Trem Potiguar do Forró vai parar nos pólos de festivos das três cidades. O projeto está diretamente ligado com a política de interiorização do turismo.


Com Vanda Albuquerque

Odontologia

AB0-RN promove Semana de Atualização Clínica


A Associação Brasileira de Odontologia do RN promove a 1ª Semana de Atualização Clínica, de 5 a 9 de abril, das 19h às 21h, com aulas sobre periodontia, prótese, implante, dentística e endodontia, reunindo professores conhecidos no meio odontológico, como Bruno César Gurgel, Patrícia Calderon, Adriano Rocha Germano, Maria Cristina Medeiros e Fábio Dametto.

As inscrições são gratuitas para sócios em dia com a ABO/RN e, estão sendo feitas via internet (www.aborn.org.br) ou na sede da entidade, rua Felipe Camarão, 514 - Cidade Alta, fone 3222-3812.

Saúde

Extremoz perde o Consórcio Estadual do SAMU por decisão da Câmara Municipal

O Projeto de Lei que ratificava a inclusão do município de Extremoz ao Consórcio Estadual para Administração do Serviço de Atendimento Móvel às Urgências (SAMU), de autoria do executivo e que custaria mensalmente apenas R$ 4 mil para que o município tivesse acesso a esse importante serviço de saúde foi reprovado pela maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Extremoz.

Os edis oposicionistas Bruno Diniz, Djalma Sales, Jaeusdes Xavier, Joaz Oliveira, Lúcia Ramalho e Kiara Lucy votaram contra o Projeto de Lei 603/2010 durante sessão extraordinária realizada na manhã desta quarta-feira, 30. Apenas os vereadores Gilson Sales e Valdemir Cordeiro Lopes foram favoráveis ao consórcio. A vereadora Arilandia Ferro não compareceu a sessão extraordinária.

Os vereadores que fazem parte da bancada tde oposição usaram do discurso fácil para justificar a não aprovação do Projeto de Lei. Embora sabendo que a contrapartida do município teria um valor ínfimo com relação ao orçamento, argumentaram o inimaginável considerando “que o projeto tinha teor obscuro e dotação orçamentária considerada alta, além da criação de vários cabides de empregos” , ignorando as informações de que o orçamento do consórcio é dividido consecutivamente 60% pelo Estado, 30% pela União e apenas 10% divididos entre todos os municípios envolvidos.

Motivação

Os parlamentares da oposição que prestaram um desserviço a população de Extremoz esqueceram da informação de que todos os cargos são de responsabilidade estadual e apelaram para a desinformação, alegando que o prefeito Klauss Rêgo estava motivado pela oportunidade de empregar pessoas. Fonte com trânsito na Câmara Municipal de Extremoz comentavam, entretanto, que a revolta dos vereadores estava intimamente ligada a interesses particulares não atendidos pelo prefeito. Ou seja, o rancor foi o vetor para que eles negassem a aprovação de um serviço de primeira linha, prejudicando toda a população do município, que fica fora de uma rede estadual de ambulâncias.

Maledicência

As declarações maledicentes equivocadas dos vereadores oposicionistas confundiram à população causando um grande tumulto dentro daquela Casa de Leis. “O povo ficou revoltado e é com muita tristeza que recebemos o resultado da votação, porque foi decidido na Comissão Intergestora Bipartide-CIB que o SAMU iria ser administrado pelo consórcio e não mais pelo Estado. Conseqüentemente, na hora em que a Câmara Municipal de Extremoz nega a autorização para o projeto - porque envolve custo - o município fica fora”, lamentou a secretária de Saúde, Walmira Guedes. O prefeito Klauss Rêgo também demonstrou indignação. “É lamentável a falta de compromisso dos vereadores com a população. A mesma população que os elegeu”, enfatizou. “Extremoz perdeu um grande serviço por atitude inconseqüente de alguns vereadores”, encerrou o prefeito.

Esclarecimentos

Os vereadores de Extremoz tiveram duas ocasiões para conhecer em detalhes todo o procedimento de adesão da prefeitura ao consórcio. Duas reuniões para apresentação do Projeto de Lei 603/2010 foram marcadas com os vereadores. A primeira no dia 25 e outra nesta terça-feira, dia 29, já que apenas dois parlamentares compareceram a primeira reunião. Mas, na segundo reunião, a exemplo da primeira, compareceram apenas os vereadores Valdemir Cordeiro e Gilson Sales.

Como a prazo para adesão do município ao consórcio estabelecido pelo Ministério da Saúde vence nesta quarta-feira, 30 de março, o município deixa de fazer parte do consórcio e corre risco de perder os serviços do SAMU que já existem na cidade.
 
 
Com Vanda Albuquerque

Plano de saúde

Projeto de Lei prevê disponibilidade de Bíblias em braile nas bibliotecas públicas do Rio Grande do Norte


O braile há mais de 150 anos se constituiu na linguagem para ler e escrever utilizada pelas pessoas com deficiência visual em todo o mundo

Projeto de Lei do deputado Antonio Jácome Institui a inclusão da Bíblia Sagrada editada em braile no acervo das bibliotecas públicas no Rio Grande do Norte, e dá outras providências. A distribuição dos exemplares dar-se-á de acordo com as necessidades de cada biblioteca.
 
Conhecida também com a “escrita a branco”, o braile há mais de 150 anos se constituiu na linguagem para ler e escrever utilizada pelas pessoas com deficiência visual em todo o mundo. Criado em 1825 pelo francês Louis Braille – que na época tinha pouco mais de 15 anos – o método foi apresentado por ele quatro anos depois. Nascido na pequena aldeia francesa de Coupvray, em 1809, Braille tem uma história inspiradora e admirável: um acidente tornou-o aos três anos de idade incapaz de enxergar. Logo se adaptou à nova realidade e, para acompanhar as aulas e fixar as matérias, o menino decorava e recitava as lições.

Bloco “Apaches” se reúne já visando o Carnaval 2011


Depois do sucesso que foi o ressurgimento do tradicional “Bloco de Elite” no Carnaval 2010 em Natal, após 20 anos longe da folia, os integrantes se reuniram no último final de semana para tratar das providências a serem tomadas no próximo Carnaval. Muitas idéias surgiram e, em breve, as inovações serão repassadas à sociedade potiguar. Esperamos que o renascimento dos “Apaches” estimule os componentes de outros blocos a fazerem o mesmo, trazendo de volta os bons carnavais da nossa cidade.

ELOGIO

CONVITE

FABULAR

No final resta a história mal contada
e a moral recusada:

amadureço as uvas
as colho
e as uso como instrumento
cortante da verdade
(recolho a raposa à cela
irrecuperável da palavra:

a fera cala
e ordena
em silêncio
a continuação
(do ato)
avisto formigas carregando folhas
em pedaços. Piso a desnecessidade
do inverno.

(Pedro Du Bois, inédito)

segunda-feira, 29 de março de 2010

CORUJA

Natal antiga

Prefeitura de Natal em 1921

CREMERN MANTÉM INTERDIÇÃO DA UTI DO TARCÍSIO MAIA

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (Cremern) mantém a Interdição Ética da UTI do Hospital Regional Tarcísio Maia, de Mossoró, em função da não apresentação de solução para os problemas ali detectados e flagrados por uma equipe de fiscalização, como por exemplo, o funcionamento de um ventilador nas dependências da UTI, o que é extremamente nocivo para os pacientes, porque o ventilador pode espalhar bactérias e espalhar infecções.

Prefeitura de SP isenta setores artístico de ISS


O prefeito Gilberto Kassab sanciona Lei que isenta de pagamento do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) diversos setores artísticos. Estão enquadrados na lei espetáculos teatrais, dança, balés, óperas, concertos de música erudita, recitais de música, shows de artistas brasileiros (espetáculos do tipo Guns ‘N Roses não entra), circo, bailes, desfiles, trios elétricos, blocos de carnaval ou folclore a também exibição cinematográfica (desde que seja em cinemas acessíveis a partir da rua, o que exclui cinemas de shopping, ou em galerias).

Ufersa abre concursos para professor efetivo

Já estão abertas as inscrições para professor efetivo da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. São 42 vagas de professor, classe assistente, nível 1, no regime de dedicação exclusiva, com 40 horas semanais, a serem lotadas no Campus Angicos e Campus Mossoró. Os candidatos devem possuir titulação de mestre. O salário inicial é de R$ 4.000,89, acrescido de auxílio alimentação no valor de R$ 304,00. No concurso serão destinadas, prioritariamente, quatro vagas para pessoas portadoras de deficiência nível 4.

Vereadores de Extremoz causam tumulto para impedir implantação do SAMU

Ninguém ainda descobriu a motivação do
grupo de parlamentares que quer
impedir a vinda desse importante serviço de
saúde para o município

Canindé Santos

A sessão desta sexta-feira, 26, na Câmara de Extremoz foi marcada por um clima de confusão. Isto, porque sete, dos nove vereadores são contrários e adiaram a votação de Projeto de Lei, que pretende trazer o Serviço de Atendimento Móvel às Urgências (SAMU) para o município. A atitude dos vereadores Joaz Oliveira, Lúcia Ramalho, Djalma Sales, Bruno Diniz, Arilândia Ferro e Jaeusdes Xavier descontentou a população, que assistia incrédula a sessão. Ninguém ainda descobriu a motivação do grupo de parlamentares que quer impedir a vinda desse importante serviço de saúde para o município.

Os vereadores usaram de várias manobras para tirar o foco da análise do Projeto de Lei. A primeira foi um pedido de destituição da presidência daquela Casa de Leis, que causou alvoroço no plenário, mesmo depois de três ações nesse sentido terem sido indeferidas pela juíza Ana Karina de Carvalho. Após 3 horas de discussão, a secretária de Saúde, Walmira Guedes foi chamada ao Plenário para esclarecimentos e, ainda assim, decidiram adiar a votação para uma sessão extraordinária na terça-feira, 30, além de marcara reunião com a secretária para esclarecimentos sobre os recursos do SAMU e apresentação de mais documentos.

A secretária de Saúde informou que convidou todos os vereadores para uma reunião na tarde da quinta-feira, 25, para apresentar o projeto enviado pelo executivo, mas apenas dois vereadores compareceram: Valdemir Cordeiro (PSB) e Gilson Sales (PMN). Walmira Guedes disse que o SAMU será administrado por meio de um consórcio entre 80 municípios e os gastos serão pagos por uma divisão que corresponde a 60% para o Estado, 30% para União e 10% divididos entre os 80 municípios do consórcio. “O custo para Extremoz fica por volta de R$ 4 mil. Mínimo, considerando os benefícios do serviço”, justificou a secretária.

“A reunião seria para mostrar os benefícios e conseqüências da não adesão à política de saúde que os governos federal, estadual e municipal estão tentando implantar em busca da modernização”, afirmou Walmira Guedes. “O prazo para entrega do projeto ao Governo do Estado e Ministério da Saúde é até o dia 30 e a última sessão ordinária viável seria a de sexta-feira, 26“, lamentou Walmira. “Apenas na semana passada recebemos comunicado do Ministério e na quinta-feira, 25, o convite para recebimento de ambulância”, completou a secretária de Saúde.

Os vereadores Joaz Oliveira, Lúcia Ramalho, Djalma Sales, Kiara Lucy, Bruno Diniz, Arlândia Ferro e Jaeusdes Xavier novamente não atenderam ao convite da secretária de Saúde para explicações sobre o projeto, na tarde desta segunda-feira, 29, que será votado em sessão extraordinária nesta terça-feira, 30.

“A atitude dos parlamentares foi irresponsável, mas espero bom senso para que município não perca o benefício”, indignou-se o prefeito Klauss Rêgo. “Negar a vinda do SAMU só prejudicaria a população”, lamentou. (LS).

Com Vanda Albuquerque

EQUIPE TÉCNICA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE VISITA UPA DO PAJUÇARA

Técnicos do Ministério da Saúde estarão na cidade nesta terça-feira (30) para visitar as obras da UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) do Pajuçara, na Zona Norte. A partir das 9h, no auditório do Samu Natal, eles se reunirão com a secretária Municipal de Saúde, Ana Tania Lopes Sampaio, prefeitos e secretários de Saúde de outros municípios da região metropolitana para tratar da implantação e do funcionamento da primeira unidade desse tipo no Rio Grande do Norte.

Assu: Política de desenvolvimento de Ivan Júnior repercute no crescimento do poder de compra da população

A participação de
estabelecimentos comerciais
é significativa e representa
49,7¨% dos investimentos
totais em negócios

O prefeito do Assu, Ivan Júnior, desde o início de sua administração vem colocando em prática ações que visam o desenvolvimento do município. Ele elegeu prioridades para atrair empresas e gerar emprego e renda, principalmente para a população mais jovem. Esse estilo moderno de governar, voltada para o incentivo da livre iniciativa visando estimular o crescimento econômico e social do Assu, vem surtindo efeito. A consultoria IPC Marketing constatou que em 2009 Assu teve um incremento do poder aquisitivo de 26%, enquanto a capital do Estado, Natal, teve 11%.

Vários são os fatores determinantes para que o município tenha alcançado esse número significativo do poder de compra, entre eles uma maior profissionalização do comércio varejista, além de iniciativas que contam com apoio de verbas federais, que chegam pela iniciativa de busca de gestores modernos. Sem dúvida, o município foi beneficiado com esses recursos, incansavelmente buscados por Ivan Júnior desde o primeiro dia de seu mandato.

E, novos investidores ainda vão chegar ao município em busca de oportunidades nos mais diversos segmentos. A concretização da ZPE do Sertão, por exemplo, uma ação que vem sendo trabalhada pelo prefeito e seu “staff”, diuturnamente, será fundamental para o desenvolvimento do Assu e de toda a região. De forma otimista o ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco, mostrou recentemente números que indicam um crescimento extraordinário do Brasil nos próximos anos, principalmente nas regiões onde houver investimentos. Essa sintonia com o desejo do prefeito Ivan Júnior em atrair investidores para o município está sendo demonstrada por esse crescimento registrado pelo IPC.

Em Assu a participação de estabelecimentos comerciais é significativa e representa 49,7¨% dos investimentos totais em negócios. O crescimento do comércio é resultado do fortalecimento do poder de compra da população. Além disso, os negociantes têm buscado uma maior qualificação e isso representa um evolução. (LS).

Justiça

Governadora tem reunião com Lula em Brasília

Nesta segunda-feira, 29, a governadora Wilma de Faria amanhece o dia em Brasília, onde participa de reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da solenidade de lançamento do PAC 2. A reunião do PAC 2 ocorrerá às 10h, no Centro de Convenções de Brasília, e a audiência ocorrerá às 15h no gabinete do presidente, que está funcionando no Centro Cultural Banco do Brasil.

domingo, 28 de março de 2010

Começa nesta segunda-feira o 1º Congresso de Qualidade de Vida e Saúde no Trabalho

A Secretaria Estadual da Administração dos Recursos Humanos (Searh), através do Programa Qualidade de Vida no Trabalho (PQV) e Escola de Governo (Egov), realiza na próxima semana o 1º Congresso de Qualidade de Vida e Saúde no Trabalho do Rio Grande do Norte. O evento, cujo tema é “QVT: desafios e conquistas nas instituições públicas”, começa na segunda-feira (29) às 14h, e segue durante toda a terça-feira (30), no Praiamar Hotel. Entre os convidados, nomes importantes como o da psicóloga e antropóloga pela Universidade de Harvard, Susan Andrews.

Natal antiga

Praia de Ponta Negra, com raras construções.

Espaço livre

Você faz parte do universo

.
“Entregue seu problema ou pedido a Deus e vá dormir”. Com estas palavras um padre minimizou a questão de um homem que reclamava por não saber se dirigir a Deus, para pedir ou até reclamar das agruras de sua vida. Ele, o homem, não se sentia à vontade para, em meio aos problemas do mundo, pedir algo que fosse pessoal. Na limitada visão do humano achava que Deus era muito ocupado para manter um canal aberto com ele.

Lendo “Comer, rezar e amar”, cujo título original da escritora Elizabeth Gilbert é “Eat, pray, love - One woman’s search for everything across Italy, India and Indonésia”, me deparei com o mesmo dilema vivido por aquele homem. Ela escreve no final do capítulo nove a mesma preocupação em incomodar Deus diante de um problema que vivia e que parecia sem solução.

No caso da escritora Gilbert, o conselho foi mais amplo do que o do padre. Uma amiga foi direto a questão dando a ela a importância que Deus dá a todos os seus filhos, dizendo:

 - Você faz parte do Universo.

 Depois explicou que ela, como parte do universo tem todo o direito de participar das ações dele, defendendo seus sentimentos e pontos de vista.

 Nesse mesmo dia a escritora, que sofria por causa de um divórcio que se arrastava e que havia revelado um ex-marido complexo e que demonstrava querer auferir vantagens nas partilhas dos bens, escreveu uma carta para Deus pedindo intervenção na solução do problema.

 Sua amiga, entretanto, havia proposto algo ainda maior: que ela escrevesse um abaixo-assinado para Deus. E, logo depois que Gilbert terminou de escrever o texto, ela perguntou quantas mais pessoas que a amavam assinariam o documento. A escritora respondeu que com certeza pessoas de sua família e muitos amigos. Foi relacionando. Quando terminou, a amiga disse.

 - Todos já assinaram, disse a amiga. Eu senti, enquanto Gilbert acrescentava na relação dos assinantes nomes como Ghandi, Mandela, Madre Teresa... Depois, as duas saíram de carro para viajar.

 Algum tempo depois, enquanto a amiga dirigia um carro alugado e Gilbert tirava um cochilo, o celular tocou. Sonolenta, atendeu. Era sua advogada, de Nova Iorque, que gritou do outro lado:

 - Ótima notícia! Ele acabou de assinar o divórcio.

Vídeos contra a pedofilia podem ser exibidos em cinemas de todo o país

Reunião de líderes
Foto: divulgação
O Brasil ocupa hoje o quarto lugar no ranking mundial da pedofilia. O envolvimento da sociedade e da classe política tem gerado bons resultados à proteção da população infanto-juvenil e, em especial, às vítimas dessa prática, mas os números são preocupantes. Com o propósito de ajudar nesse movimento nacional, o deputado federal Fábio Faria (PMN) apresentou Projeto de Lei que prevê a exibição de vídeos educativos de combate à pedofilia nos cinemas de todo o país e também nos circuitos internos de aeronaves em voos nacionais.


Rogério: “as portas da oposição estão abertas para Henrique”.

Arquivo

Deputado deixa claro seu interesse
em receber o colega do PMDB na
coligação

O deputado federal Rogério Marinho não tem escondido dos seus aliados o interesse em receber para o grupo da oposição o colega deputado Henrique Alves (PMDB) como aliado no pleito estadual. Rogério tem dito repetidas vezes que “as portas da oposição estão abertas para Henrique”.

O parlamentar tucano acredita que essa possibilidade só aumentou depois da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de vincular as coligações proporcionais às majoritárias. Para Rogério, isso é mais uma razão para levar o PMDB a se aliar formalmente à oposição e apoiar a candidatura da senadora Rosalba Ciarlini (DEM).

Serra volta a subir e abre 9 pontos sobre 2º

wordpress


Pesquisa Datafolha realizada nos dias 25 e 26 de março de 2010, indica que o pré-candidato a presidente José Serra (PSDB) voltou a crescer e atingiu 36% das intenções de voto. Dilma Rousseff (PT) está com 27%. A diferença entre ambos agora é de 9 pontos percentuais.

Em fevereiro, segundo o Datafolha, Serra estava 4 pontos à frente de Dilma, com 32% contra 28% da petista.

Ópera de Sydney apaga luzes durante Hora do Planeta


As luzes que iluminam o teto branco da Ópera de Sydney se apagaram por uma hora na noite deste sábado. O gesto foi repetido em outros monumentos ao redor do mundo e por milhões de pessoas em outros países como parte da campanha Hora do Planeta, organizada pela WWF, numa tentativa de chamar a atenção das autoridades para a redução da emissão de gases do efeito estufa.

Governo do Amazonas não tem capacidade de vigiar a própria floresta, admite Braga

Rafael Nobre
O governador do Amazonas, Eduardo Braga (PMDB), admitiu que o governo estadual não tem capacidade logística para fiscalizar o cumprimento da única legislação ambiental do país. Braga fez a afirmação durante sua palestra “Conservação e sustentabilidade na prática: a experiência do Amazonas”, hoje, no Fórum Internacional de Sustentabilidade, em Manaus.

O Amazonas é a única unidade da federação a implementar uma lei específica para as questões ambientais. A lei estadual 3.135/2007 denominada “Mudanças climáticas, conservação ambiental e desenvolvimento sustentável” é aplicada pelo Centro Estadual de Mudanças Climáticas (Ceclima) – órgão estadual criado em 2008 para articular políticas públicas sobre mudanças climáticas.

Moradores da floresta – Mais da metade do território Amazonense – 51,8% – é composto por áreas protegidas por reservas ambientais estaduais e federais ou áreas de demarcação indígena. E para manter estas e outras regiões do estado preservadas, já que 98% do Amazonas possui cobertura vegetal segundo informações oficiais do governo, é necessário apoio dos moradores da floresta, como disse Braga. “Não temos capacidade logística para fiscalizar todo o Estado e precisamos da ajuda dos moradores da floresta, daqueles que vivem nas comunidades”, explicou.

Mentiras sinceras

O casal está na cama num motel, quando toca o celular da mulher e ela atende. Depois da ligação, o parceiro pergunta:

- Quem era?

- Era o meu marido. Avisou que vai chegar tarde em casa.

- Por que?

- Porque está no escritório fazendo serão com você.
 

Taylor Caldwell

britannica.com

Trecho do prefácio da autora do livro “DEAR AND GLORIUS PHYSICIAN”, no Brasil intitulado de "Médico de Homens e de Almas":

“O poderoso e esplêndido império babilônico (ou Caldéia) não é familiar para maioria das pessoas, bem como não o são os estudos de medicina, os tratamentos médicos, ali feitos pelos sacerdotes-médicos e sua ciência - que egípcios e gregos herdaram totalmente.

Os cientistas babilônicos conheciam as forças magnéticas e se utilizavam delas. Tudo isso constava dos milhares de volumes da maravilhosa Universidade de Alexandria, incendiada pelo imperador bizantino Justiniano vários séculos mais tarde, num excesso de errôneo zelo.

A medicina e a ciência moderna estão começando a redescobrir essas coisas. A época atual ficou mais pobre, em conseqüência do fervor de Justiniano. Se a ciência e a medicina da Babilônia tivessem chegado intactas até nós, nosso conhecimento do mundo e do homem seria muitíssimo mais avançado do que é atualmente.

Ainda não descobrimos como os babilônios iluminavam seus navios à noite com ‘um fogo frio, mais brilhante do que a Lua’, e como iluminavam seus templos com esse mesmo fogo frio. Aparentemente, tinham eles alguma forma de utilizar a eletricidade, forma essa desconhecida para nós e diferente da nossa maneira atual e tosca.

Conta-se que eles usavam ‘veículos de terra’ sem cavalos, iluminados à noite, e atingindo grande velocidade. (ver livro de Daniel, na Bíblia). Conta-se, também, que usavam estranhas ‘pedras’, ou uma espécie de minério para a cura do câncer.

Eram hábeis no emprego do hipnotismo, e na medicina psicossomática. Abraão, um residente da cidade de Ur, na Babilônia, levou o tratamento de medicina psicossomática aos judeus, que usaram através de séculos.

‘Os homens sábios do oriente’, que levaram dádivas ao menino Jesus, eram babilônicos, embora aquela nação tivesse sofrido grande declínio muito tempo antes”.

Nota: Janet Miriam Holland Taylor Caldwell, mais conhecida como Taylor Caldwell (7 de Setembro de 1900 – 30 de Agosto de 1985) foi uma escritora britânica. Foi uma escritora anglo-americanoa, autora de ficção popular, também conhecido pelos pseudônimos Marcus Holland e Max Reiner, e por seu nome de casada de Miriam J. Reback. Taylor Caldwell nasceu em Manchester, Inglaterra, em uma família de ascendência escocesa. Sua família descendente do clã escocês MacGregor de que os alfaiates são um clã subsidiária. Em 1907, ela emigrou para os Estados Unidos com seus pais e irmão mais novo. Em colaboração com seu segundo marido, Marcus Reback, ela escreveu vários best-sellers, o primeiro dos quais foi Dinastia da Morte.



Hemonorte e Arquidiocese iniciam campanha

A partir desta segunda-feira (29), o Hemocentro Dalton Barbosa Cunha inicia em parceria com a Arquidiocese de Natal, a campanha de doação de sangue “Eu vim para que todos tenham vida”. A abertura ocorrerá na segunda-feira, às 8h30 em frente à Arquidiocese de Natal, pelo arcebispo dom Matias Patrício, padre Aerton Sales da Cunha, diretores do Hemonorte e autoridades convidadas.

sábado, 27 de março de 2010

Goianinha

Goianinha

Marginal fardado

Paulo Correia
Jornalista
Na noite de sábado, dia 20 de março, a atendente de bar Ana Beatriz Teixeira, de 31 anos, foi brutalmente agredida pelo seu então namorado, o soldado da PM Rafael de Souza. Nessa noite, a jovem entrou para as estatísticas da violência contra mulheres no Brasil. Nessa noite, um bandido vestindo a farda da polícia fez mais uma de suas vitimas. Até quando a sociedade vai permitir que esses senhores, donos de becos e ruas de nossas cidades continuem agindo na impunidade?

O caso do soldado Rafael de Souza, que não respeitou nem a namorada grávida, é mais um exemplo, entre tantos, de maus policiais que se confiam na impunidade total por fazerem parte das forças armadas. Rafael, lotado no 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), já tinha outros pontos negativos na sua ficha. Agressões contra moradores, tiros, e indisciplina no cumprimento do trabalho. No total, já foi afastado das ruas por duas vezes, e ainda responde uma sindicância aberta pela Corregedoria da polícia. Um menino de ouro, que armado e cheio de cocaína nas ventas, resolveu espancar, inclusive com telhas e pedaços de pau, a própria companheira.

Não sou nenhum especialista em forças policiais, mas não acredito que somente com investimentos em compras de carros e armas novas, nem com sindicâncias da Corregedoria esse tipo de caso será resolvido. O problema é bem mais em baixo.

Sei da precariedade dos salários de nossos policiais, também tenho ciência dos grandes problemas psicológicos que esses homens enfrentam diariamente. Mas para esse que escreve, bandido é bandido e isso é aqui ou em qualquer parte do mundo. E o que fez o soldado Rafael de Souza se encaixa muito bem no Modus operandi de um marginal. Tudo previamente planejado: do encontro na casa de Beatriz até o seu espancamento em um casebre localizado na comunidade do Jacó, próxima da Praia do Meio. Tudo assistido por frestas de janelas e por portas entreabertas. Observado por uma população apavorada que sabe do perigo que corre, e da falta de assistência que teria se partisse para cima desse bandido fardado.

Agora é aguardar os procedimentos que serão tomados pelo Comando da PM. E que não sejam brandos como foram das últimas vezes.

A ex-namorada do brutamonte e toda a população agradecem.

Casal Nardoni

Goianinha

A história de Amaral Gurgel

arquivo

Se há alguém que acreditou no Brasil, esse é João Augusto Conrado do Amaral Gurgel. Ao longo de mais de 25 anos, produziu mais de 40 mil veículos genuinamente brasileiros. João Gurgel ousou, sonhou, criou, produziu, empregou, vendeu, exportou e revolucionou, conseguindo independência tecnológica no Brasil. De personalidade controversa, reverenciado por muitos e criticado por tantos outros, Gurgel não se furtou a deixar claras e definidas suas posições e opiniões, o que certamente incomodou muita gente.

Vettel é pole na Austrália, Massa larga em quinto

Reuters


Uma exuberante Red Bull obteve os primeiros dois tempos nos treinos classificatórios de sábado, com Sebastian Vettel negando ao seu companheiro de equipe, Mark Webber, a pole position em casa, no Grande Prêmio da Austrália.

O alemão, um dos favoritos para o título mundial da Fórmula 1 deste ano, fez a volta mais rápida no circuito de rua de Albert Park.

O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, vai largar em quinto lugar na corrida de domingo, duas posições atrás de seu companheiro, o espanhol Fernando Alonso, vencedor do primeiro GP da temporada.

Veja a seguir o grid de largada:

1. Sebastian Vettel (Alemanha) - RedBull

2. Mark Webber (Austrália) - RedBull

3. Fernando Alonso (Espanha) - Ferrari

4. Jenson Button (Grã-Bretanha) - McLaren

5. Felipe Massa (Brasil) - Ferrari

6. Nico Rosberg (Alemanha) - Mercedes

7. Michael Schumacher (Alemanha) - Mercedes

8. Rubens Barrichello (Brasil) - Williams

9. Robert Kubica (Polônia) - Renault

10. Adrian Sutil (Alemanha) - Force India

11. Lewis Hamilton (Grã-Bretanha) - McLaren

12. Sebastien Buemi (Suíça) - Toro Rosso

13. Vitantonio Liuzzi (Itália) - Force India

14. Pedro de la Rosa (Espanha) - BMW Sauber

15. Nico Huelkenberg (Alemanha) - Williams

16. Kamui Kobayashi (Japão) - BMW Sauber

17. Jaime Alguersuari (Espanha) - Toro Rosso

18. Vitaly Petrov (Rússia) - Renault

19. Heikki Kovalainen (Finlândia) - Lotus

20. Jarno Trulli (Itália) - Lotus

21. Timo Glock (Alemanha) - Virgin

22. Lucas Di Grassi (Brasil) - Virgin

23. Bruno Senna (Brasil) - HRT

24. Karun Chandhok (Índia) - HRT

CPI da Pedofilia vai analisar caso de religiosos em AL

As delegadas Bárbara Arraes e Maria Angelita - que investigam denúncias de abuso sexual contra ex-coroinhas, supostamente cometidos por três religiosos que respondiam por paróquias na cidade de Arapiraca (AL) - disseram hoje que vão entregar um relatório sobre o caso à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que apura crimes de pedofilia no Brasil. A CPI da Pedofilia demonstrou interesse pelo caso desde que o escândalo foi divulgado.

Casal Nardoni é condenado em júri popular

yahoo

O juiz Maurício Fossen condenou, às 0h27 de sábado, 27, que Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá foram considerados culpados de matar a filha dele, Isabella Nardoni, em março de 2008. Os jurados entenderam que a menina foi asfixiada pela madrasta e jogada pela janela do apartamento do casal, no sexto andar de um edifício em São Paulo, pelo pai.

Natal antiga

Antiga Ponte de Igapó. Os carros tinham que esperar o trem passar. Trafegavam sobre placas de ferro colocadas na lateral do trilho, um por vez.

É com você